EUA bloqueiam ação do Conselho da ONU sobre conflito em Gaza


 

NAÇÕES UNIDAS, 21 Nov (Reuters) – Os Estados Unidos bloquearam na terça-feira uma declaração do Conselho de Segurança da ONU condenando o conflito entre Israel e os palestinos na Faixa de Gaza, preparando o terreno para um possível atrito entre os governos norte-americano e russo sobre a questão.

Os EUA opuseram-se à declaração –que deveria ser aprovada por consenso– porque “falhava em abordar a origem”, os ataques com mísseis do Hamas, da escalada de violência no combate entre Israel e militantes do Hamas em Gaza, afirmou a porta-voz da missão diplomática norte-americana na ONU, Erin Pelton.

Israel afirmou que foram estes ataques com foguetes do Hamas que provocaram sua maior ofensiva contra os militantes em Gaza, na quarta-feira.

“Nós deixamos claro que iríamos medir qualquer ação do Conselho de Segurança baseados em se apoiaria uma diplomacia continuada em direção à redução da violência e a um resultado duradouro que encerre os ataques de foguetes em cidades israelenses”, afirmou Pelton.

“Ao falhar em pedir pela interrupção imediata e permanente do lançamento de foguetes de Gaza a Israel, a declaração à imprensa falhou em contribuir construtivamente para esses objetivos”, disse a representante. “Portanto, nós não pudemos concordar com esta declaração”.

A Rússia disse na segunda-feira que, se os 15 membros do Conselho de Segurança não concordassem com uma declaração, iria proporia uma resolução –uma posição mais forte do Conselho do que uma declaração– para pedir o fim da violência e demonstrar apoio aos esforços regionais e internacionais para mediar um acordo de paz.

O embaixador russo na ONU, Vitaly Churkin, disse, no entanto, na terça que a decisão de apresentar uma resolução havia sido postergada em meio às negociações de trégua entre Israel e militantes do Hamas. Porém, se o acordo não for alcançado ele ainda poderia colocá-la em votação.

O Conselho de Segurança geralmente enfrenta impasses no conflito israelo-palestino, que diplomatas dizem que se deve à determinação dos EUA em proteger o aliado Israel.

(Reportagem de Michelle Nichols)

Copyright Thomson Reuters 2011

 

R7.COM

Sobre pdtvaudiencia

você sempre mais informado

Publicado em novembro 21, 2012, em Npotícias e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: