Arquivos do Blog

Novela “Saramandaia” registra mesma audiência que reprise de “O Profeta”

saramandaia

Novela inédita exibida no horário nobre dá a mesma audiência que reprise 

A Rede Globo colocou no ar nesta quinta-feira, 18 de julho, um capítulo da reprise da novela “O Profeta”, exibida às 15h00 e um capítulo inédito da novela “Saramandaia”, exibida às 23h00, horário nobre. E o que essas tramas têm em comum? Registraram o mesmo índice de audiência.

De acordo com dados do Ibope, tanto  ”O Profeta” como “Saramandaia” alcançaram 14 pontos de média para a Globo. Curiosamente, nenhuma das duas estão na meta. A meta para as novelas exibidas no “Vale a Pena Ver De Novo” são de 15 pontos, já a meta para as novelas das 23h são de 18 pontos.

Cada ponto representa 62 mil domicílios na Grande São Paulo. Os números acima são consolidados e servem como referência para o mercado publicitário.

Em pregação, Marco Feliciano diz que Raul Gil é “um engodo de Satanás”

Nesta quinta-feira (18), circula na internet mais um vídeo antigo onde o pastor Marco Feliciano faz declarações polêmicas.

Desta vez, o deputado e presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara falou sobre o apresentador Raul Gil e disse que ele é um “engodo de Satanás”.

“Até algum tempo atrás eu estava orando aqui, dizendo ‘Deus, o senhor tem abençoado o programa do Raul Gil. O Senhor me repreendeu um dia na madrugada, dizendo ‘isso é um engodo de Satanás’. Porque a maioria dos crentes estão indo cantar lá. Indo lá mostrar o talento, sobre a palavra de que ali é um lugar que a porta estava fechada para o evangelho e agora está aberta”, falou Feliciano durante uma pregação em sua igreja.

E continuou, citando um ex-calouro de Raul Gil: “Pegue o primeiro menino, Robson Monteiro. Crente. Da Igreja do Evangelho Quadrangular. Veja o CD dele agora. Tá ouvindo? Está cantando para o mundo. Satanás está pagando o mesmo preço que pagou para tirar Elvis Presley da igreja”.

Consolidados – final de semana

SÁBADO

:globo:
TV Globinho 6
SPTV 11
Globo Esporte 13
Jornal Hoje 13
Estrelas 11
Festival Promessas 11
Caldeirão do Huck 14
Lado a Lado 18
SPTV 20
Guerra dos Sexos 21
Jornal Nacional 24
Salve Jorge 26
Zorra Total 19,5
Supercine 11
Altas Horas 6
Os Simpsons 3

:record:
Fala Brasil 6
Esporte Fantástico 5
The Love School 4
Pica Pau 7
Cine Aventura 7
O Melhor do Brasil 6
Jornal da Record 6
O Melhor do Brasil 7
A Fazenda de Verão 6
Legendários 6

:sbt:
Sábado Animado 4
Um Maluco no Pedaço 6
As Visões da Raven 6
Eu, a Patroa e as Crianças 6
Programa Raul Gil 5,5
Aventura Selvagem 5
Chaves 4
SBT Brasil 5
Esquadrão da Moda 5
Supernanny 5
Cine Família 8
Cine Belas Artes 4

DOMINGO

:globo:
Globo Rural 11
Mundial Interclubes – Corinthians x Chelsea 31
Esporte Espetacular 19
Aventuras do Didi 11
Os Caras de Pau 12
Esquenta 11
Temperatura Máxima 14
The Voice Brasil 13
Domingão do Faustão 15
Fantástico 19
Domingo Maior 11

:record:
Pica Pau 4
Tudo é Possível 4
Programa do Gugu 5
Domingo Espetacular 10
Avatar 14
Câmera em Ação 7

:sbt:
Brasil Caminhoneiro 1
A Grande Ideia 1
Vrum 0,8
Chaves 1
Domingo Legal 5
Eliana 7,5
Vamos Brincar de Forca 7
Programa Silvio Santos 9
De Frente com Gabi 4

:band:
Mundial Interclubes – Corinthians x Chelsea 11,5
Terceiro Tempo Especial 4
Terceiro Tempo 3
P24 4
Pânico 5

Morre o jornalista Joelmir Beting aos 75 anos em São Paulo

Jornalista Joelmir Beting morre em São Paulo aos 75 anos

Jornalista Joelmir Beting morre em São Paulo aos 75 anos

Jornalista, comentarista de economia e política do Grupo Bandeirantes de Comunicação, Joelmir Beting morreu nesta madrugada desta quinta-feira (29) à 0h55, após sofrer um acidente vascular encefálico hemorrágico (AVE) no domingo. A notícia foi confirmada pelo filho Mauro Beting pelo Twitter, que escreveu: “Um minuto de barulho por Joelmir Beting.”

Em texto publicado no blog do diário Lance!, o filho homenageou o pai, citando ter tomado conhecimento da notícia à 1h15. “A ausência dele não tem nome. Como jamais saberei escrever o que ele é”, relata Mauro.

O jornalista de 75 anos estava internado desde 22 de outubro no hospital Albert Einstein, em São Paulo, por causa de complicações renais, resultantes de doença autoimune. Em dezembro de 2001, Beting havia sido internado com pneumonia na Unidade do Hospital do Coração, na zona sul de São Paulo (SP).

Desde que retornou à Bandeirantes, em março de 2004, o jornalista participava diariamente do “Jornal da Band” e do “Primeiro Jornal”. Foi âncora do “Canal Livre”, apresentado aos domingos, e fez comentários diários no canal BandNews, além dos programas “Jornal Gente” e “Três Tempos”, na rádio Bandeirantes. Na TV, também trabalhou na Gazeta, Record e Globo – nesta última, de agosto de 1985 até julho de 2003 –, passando pelo “Espaço Aberto”, na Globo News.

“Fazenda de Verão”: Angelis e Bianca estão na Roça

https://i0.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20121120231542.jpg

Divulgação/Record
A terceira Roça da “Fazenda de Verão” acabou de ser formada. Angelis e Bianca irão disputar a preferência do telespectador por meio das votações até a quinta-feira (22), quando um dos dois deixará o programa e a possibilidade deganhar o prêmio de R$ 1 milhão.

Entenda:

Na votação aberta, Angelis acabou conquistando o maior número de votos. Ela, que é uma das mais polêmicas do programa, ainda surpreendeu os colegas ao indicar seu voto para Haysam, classificando-o como “o gay da casa”.

Votação Fechada:

Na votação fechada, feita de forma secreta e na qual os integrantes não sabem quem votou em quem, Bianca foi a mais votada pela Equipe Cigarra e Raphael foi indicado pela Equipe Formiga.

Decisão:

Angelis optou por ir para a Roça com Bianca.

Repercussão:
Mesmo antes do início oficial das votações, a hashtag #FicaAngelis se destacou no Twitter. Durante o programa, #FicaAngelis se posicionou nos Trending Topics nacionals. Já no início da madrugada, a campanha teve reforço e foi para os Trending Topics mundiais.
NT

“Como Aproveitar o Fim do Mundo” e “Suburbia” estreiam com boa audiência na Globo

A Globo estreou nesta quinta-feira (01) duas novas séries, obtendo êxito com ambas e mantendo a liderança isolada.

“Como Aproveitar o Fim do Mundo”, que é escrita por Fernanda Young e Alexandre Machado e protagonizada por Alinne Moraes e Danton Melo, foi exibida das 22h59 às 23h37 e obteve 16 pontos de média com 31% de share.

Erika Januza e Fabrício Boliveira vivem o casal protagonista de Suburbia

Logo em seguida, das 23h37 à 00h26, estreou a série “Suburbia”, que é escrita por Luiz Fernando Carvalho e Paulo Lins e protagonizada por Érica Januza, e garantiu 14 pontos de média e 32% de share.

Os números são prévios e podem sofrer alteração no consolidado.

“Avenida Brasil” é tema do “Profissão Repórter”

A novela “Avenida Brasil”, será o tema do “Profissão Repórter”, de quinta-feira, (18), Caco Barcellos e sua equipe percorreram de ponta a ponta quatro vias que levam o nome da novela de João Emanuel Carneiro. Em, São Paulo, onde o jornalista aparece na foto, a Avenida Brasil é bem diferente da retratada no folhetim das 21h: luxuosa, ela é endereço de lojas de automóveis caríssimos e suntuosos casarões.

O último capítulo de “Avenida Brasil”, vai ao ar na sexta-feira, (19).

“Quem matou” pode finalmente revelar o vilão de “Avenida Brasil”

O “quem matou” é um recurso que existe na telenovela desde a década de 1960. Alguns se tornaram clássicos, como o “quem matou Salomão Hayalla”, de O Astro (1977-1978), e o “quem matou Odete Roitman”, de Vale Tudo (1988-1989).

De uns anos para cá, o “quem matou” acabou virando um estratagema recorrente para autores que querem dar um “up” na trama em sua reta final e assim despertar a audiência adormecida para a sua novela. Gilberto Braga, por exemplo, fez uso do recurso em todos seus trabalhos desde a minissérie Labirinto, de 1998 (nas novelas Força de um Desejo,Celebridade, Paraíso Tropical e Insensato Coração).

Hoje em dia, o público geralmente associa o “quem matou” à falta de criatividade do autor ou para chamar a atenção da audiência. O telespectador mais acostumado às artimanhas rocambolescas de nossos folhetins já vê o “quem matou” com certa resistência: lá vem mais um!

Em sua reta final, Avenida Brasil fez uso de um “quem matou” que já vinha sendo anunciado há algum tempo. A bola da vez é o mau caráter Maxwell (Marcello Novaes), morto no capítulo de quinta-feira (11/10). A trama de João Emanuel Carneiro precisava de tal recurso?

Um fenômeno de repercussão e audiência, Avenida Brasil, desde o início, angariou uma legião de fãs que se acostumaram a uma novela ágil, cheia de reviravoltas e ganchos surpreendentes a cada capítulo. Ou seja, o “quem matou Max” não foi para alavancar audiência, muito menos falta de criatividade dos roteiristas.

Faltando uma semana para acabar, Avenida Brasil não tinha mais história para contar. Nina estava vingada e Carminha, desmascarada, caiu em desgraça. Quais nós restam ser desatados neste novelo? Talvez os que envolvam os personagens do lixão: o passado que une Max a Carminha (Adriana Esteves), a Mãe Lucinda (Vera Holtz), a Nilo (José de Abreu) e a Santiago (Juca de Oliveira).

O assassinato de Max vem para elucidar e justificar o comportamento destes personagens. Existe uma história em Avenida Brasil que ainda é mistério para o telespectador, que conhece apenas a trama que começou lá atrás, com a pequena Rita (Mell Maia), e avançou para o presente, com o envolvimento de Carminha com a família de Tufão (Murilo Benício).

Agora o público sabe que o começo desta história toda vem de antes. O desfecho do crime pode finalmente revelar quem é o vilão e quem é o mocinho deste folhetim.

“Avenida Brasil” pode causar apagão no Brasil

Nem o sistema elétrico ficou imune à Carminha, personagem interpretada por Adriana Esteves em “Avenida Brasil”. Como revelou a colunista do GLOBO Flávia Oliveira nesta quinta-feira, o capítulo 169 da novela, quando a vilã foi desmascarada, formou rampa de carga. É o termo técnico para a alta súbita na demanda por energia. Ao fim do capítulo, na segunda-feira, o consumo saiu de 65 mil MW para 69 mil MW. O salto, de 4 mil MW, equivale ao dobro da geração das duas usinas nucleares de Angra dos Reis (RJ).

A rampa de carga é comum em últimos capítulos de novelas. O que surpreendeu, dessa vez, foi o salto no consumo a 11 dias do fim de “Avenida Brasil”.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) já ordenou geração adicional de energia, para que não falte eletricidade quando os espectadores saírem da frente da TV.

Para quem acompanha a novela, faltar luz durante um capítulo de “Avenida Brasil” é um drama digno de Carminha, como ficou provado no apagão que atingiu quatro regiões do país bem na hora do folhetim. Dezenas de telespectadores usaram o Twitter para manifestar indignação.

Thaissa Quintanilha escreveu “Apagaoooooo! Sem luz eu quero ver Carminha. ;//” (sic). Thatiane Araujo também manifestou indignação pelo apagão ter ocorrido justo na hora da novela: “Legal pra caramba.. Faltou luz na hora da Carminha”, afirmou.

Houve quem encarasse a situação com bom humor, como Fábio Aguiar, que disse “Viu. só foi eu avisar para a Carminha que ia mandar o vídeo que eu tenho dela, para o Tufão que na hora a Luz Voltou…. hehehe” (sic). Alana Takano também comemorou a volta da luz: “Gelei por um minuto, faltando 2 minutos pra começar a Carminha, acabou a luz aqui. Se não tivesse voltado, ia ficar mais que chateada”.

“Avenida Brasil”: Globo tira Ágatha de cenas tensas para não ter problemas com a justiça

Apesar de não ter sido notificada oficialmente por nenhum órgão da Justiça, a Globo tem se cercado de cuidados no que diz respeito a atuação da pequena Anna Karolina em “Avenida Brasil”. O telespectador mais atento já deve ter percebido que, em toda cena de tensão, Ágatha sai de cena.

Há um mês, isso ocorreu sob o pretexto de que ela iria para uma colônia de férias. No capítulo da última quinta-feira (4), que prenuncia a expulsão de Carminha (Adriana Esteves) e a morte de Max (Marcello Novaes), já tratou-se de anunciar que a personagem faria uma viagem de intercâmbio ao exterior.

A medida visa evitar ações como as já tomadas contra autores como Manoel Carlos, que, em “Laços de Família”, teve de tirar do ar seu elenco menor de 18 anos, e, em “Viver a Vida”, foi obrigado a mudar o perfil de Rafaella (Klara Castanho), que seria uma criança vilã, como no filme “Anjo Malvado”.